0

Uma dica.

 

Eu ADORO meu estágio atual. O promotor é sensacional, minhas colegas são ótimas, e a cidade, mesmo que longe pra cacete, vale a pena, não reclamo.

 

Aproveito e falo do meu outro estágio. As juízas foram legais comigo, os colegas de estágio são um pouco mais esnobes (mas legais, vai), o fórum era longe pra cacete, mas lindo. E quanto ás assessoras? À  exceção de uma, que tem um lugar garantido no céu, as outras irão lindas desfilar na ladeira do inferno. AGORA PRINTA EEEEEL!

 

Beijos.


0

Chronicles of a drunk guy.

 

Daí que decidi tomar algumas lá no meu estágio. É velho, bebi. Umas dosezinhas de palhinha. mas tomei pq achei necessário. esquecer um pouco das merdas que fiz essa semana. esquecer a mediocridade que me assola ás vezes. E eu abri o msn e o twitter e mandei fogo. HHAHAHAHAHAHA AICU_ FOGO NO RABO

 

E aí eu penso que, sou um filósofo, rs. Um filósofo incompreendido, um gênio desvalorizado, uma escória… (?) Ai, caralho, preciso de aulas de gramática.

 

Enfim. Só digo que tô bêbado. E Wendy Sulca me entende.


0

CAFONICE PESADA.

Madrugada de sexta pra sábado, e o que faço?

Assisto vídeos.

1) La Tigresa del Oriente:

2) Wendy Sulca:

3) Loba do Forró:

Depois nêgo ainda me vem e diz que a música latino-americana é refinaaaaada.


0

GTCS: Medellín. \o/

 

Hoje a Coluna da Geografia Turística a la Carmen Sandiego vai falar de uma cidade grande da Colômbia: Cartagena. Opa, Medellín. Pra quem não sabe, é uma das maiores cidades da Colômbia, bem desenvolvida e tal.

 

Mas eu não vou falar das minhas impressões.

 

O Enrique Jimenez (um fofo de menino, e meu amigo) tá viajando por esta cidade nestes dias. E o melhor: ele tá fazendo uma espécie de videoblog, contando os acontecimentos, curiosidades e outras impressões acerca da cidade.

 

Pior que ele nem tá a passeio: na verdade, digamos que ele esteja a trabalho. Enfim, o blogueiro deseja tudibom na viagem dele, já que ele tá podendo viajar. E nós, 90% dos mortais, NÃO. D:

 

Aqui estão os primeiros vídeos.

 

 

Pra mais novidades, acompanhe no blog dele, clicando AQUI.


0

analyzer + iFODmulequemusic: Rave-o-rama.

 

iFodemulequemusic 

+ analyzer. RS

 

Daí que sábado inventei de ir pra rave com a minha irmã. Bem, e que balada CARA. Mesmo sendo open bar e tal, custou os olhos da cara. Mas enfim, foi divertido, algumas coisinhas aconteceram, não dormi na caixa de som dormindo como se não houvesse amanhã (mas dormi na cadeira, grandes merda)… Enfim, foi uma rave pvt, mas pelo menos deu uma ideia de como é a festa.

 

Tava lá, 11:45 da noite de sábado, esperando a rave começar. SIM, Tava lá desde o início da balada, esperando os portões se abrirem (ok, bite me!). Encontrei com alguns amigos da minha irmã, e fiquei na minha.

 

Umas 00:15 abrem os portões… E nada de começar. Mas daí que umas 01:15 começaram o line-up da festa. E começou a tocar um conhecido da minha irmã.

 

Já tomei algumas doses de bebida, junto com refrigerante. E comecei a ficar meio, digamos,… Bêbado. HAUEHAUEHAUEHAUE Daí que encontrei uns amigos da minha irmã, conhecidos por aí, algumas pessoas que via de vista na vida, na festa, na academia que eu malhava, na buatchy intinerante bagacêra que eu levei um fora fudido… Enfim.

 

02:25 da manhã. Alguns caras tinham tirado a camisa, e eu havia percebido que as gurias tavam cumas botas que eram moda em…? 2007? Não me lembro. Tiveram umas corajosas que foram de plataforma, e eu tava meio desorientado, sem saber por onde ir. HEH. XD Fui pro banheiro e… A coisa tava intensa. Nêgo usando o pózinho pra fritar. (não cito nomes pq pertencem à mais alta casta da sociedade sergipana. OK, MENTIRA.)

 

(droga há em tudo quanto é lugar, crianças! dica.)

 

03:15. Depois de dançar muito, de agitar o quadril, eu tava MORTO. Literalmente. Acho que tava no terceiro ou quarto DJ. Num guentei tanto. Depois, fui caçar alguma coisa pra beber. Achei nada. Energético tinha acabado. Refrigerante tbm. Cerveja idem. Tinha água, e bebi um pouco. E sentei na cadeira pq eu tava morto. E cochilei.

 

(nice dream. ZZZZZZZZ. nice dream. ZZZZZZZZ.)

 

04:25. Acordo todo agitado, por um tiozinho que cuidava dos lanches. Eu, todo virado do jiraya, virei atordoado e fui dançar um pouquinho e ver mais gente. E o banheiro masculino bombando, com as pessoas curtindo a vibe… No lado de dentro, e no lado de fora.

 

(nem rolou beijo gay/lésbica, ok? O espaço era por deveras pequeno. Mas era um ensaio do Festival de Glastonbury.)

 

05:15. O sol amanhecendo… E acordo de novo com algum insight ocorrido nas profundidades da minha mente. O céu amanhecendo e saco o óculos que peguei emprestado da minha irmã (e uma amiga dela DEU A ELZA no óculos e na caneca dela; sim, minha irmã levou uma caneca pra consumir) pra apreciar o nascer do sol… que nem DAVA PRA VER. #fail

 

E voltei a dançar feliz, lindo e absoluto. Quando me vem, o staff do Mind The Gap começam a tocar. Cara, eles são bem bonitos. É uma dupla de DJS. E tocam bem, gostei do som deles, até tocaram em importantes festivais de música eletrônica, disse um loko gordinho aí que vi na festa. =P Além de que, antes deles, tinha um rapaz FESHANDO ca cara do povo com um Macbook AIR… Fazendo mixagem do som. MACBOOK AIR? COMASIM GËNT

 

(ah, as fotos da festa? Cliquem AQUI. Se me acharem, mim segui no twitter, RS)

 

Mais ou menos 07:15. Minha tia nos liga e pede pra gente voltar pra casa. Eu? DESTRUÍDO. Minhas pernas doendo. Um rapaz distinto (parecia um britânico de Aracaju, RS) doido do cu atrás de drôgas (SEI DE NADA, SEI DE NADA…), minha irmã toda fazendo a linha pikachu-soltando-choque-do-trovão. É. E assim fomos pra casa felizes pra sempre. E sem ouvir chiados da minha mãe. Ela dormiu no sítio. Quer dizer, mais ou menos. Ouvi os mimimimimi dela depois… ¬¬

 

(CARALHO, 26 reais de táxi?)

 

No mais, dormi às 8 da manhã… E acordei às 4 da tarde. E dei um bolo LINDO na minha amiga, já que eu ia assistir Harry Potter com ela. X.X

 

Mas pedi desculpas a ela, e dei um presentinho legal. <3 Depois, fui comer tapioca com um amigo.

 

Domingo foi ótimo. Não reclamo. ^^

 

 

Mas não sei se volto pra rave tão cedo. Não faz meu estilo. =~ Pelo menos o que eu fui.


0

analyzer: Garota da Laje.

Ainda vou participar num concurso da garota da laje. Té pq eu MIACABO com a sofisticação das moças. Dentre elas…

- pq meu peito é todo natural, durinho, sem cirurgia PRÁSTICA…

(Do Profissão Repórter desta última semana.)

UPDATE:

Eu não vou participar da Garota da Laje, eu só quero ser juri. Té pq… travas? Não trabalhamos.


0

Dilemas existencialistas de um rapaz em formação.

 

Querido Igor,

 

Já são 04:07, tenho aula às 08:30, o dia todo pra assistir aula, aula e mais aula. Somado ao fato de que tenho de ir pra uma festa rave que vai ter aqui. HAHAHAHAHAHAHAHA E nem pra dormir cedo eu sirvo. Nem pra ciar metas e segui-las eu sirvo. Malditos horários, maldita rotina… E o meu namoro, hein?

Ai, esse meu namoro eu não sei, não tô botando fé. No final das contas, acho que só me amo, mesmo. Não amo as pessoas que eu deveria amar. Não me apaixono tão fácil. É tudo tão difícil…

Ganhar dinheiro é difícil. Fazer amigos é difícil. Namorar e manter um compromisso é difícil. As coisas são difíceis. Acontece que o muito difícil pra mim me desanima. Eu prefiro uma coisa mamão com açúcar.

No mais, aprendi que sou eu, e eu tenho minhas virtudes e defeitos. Não adianta eu atingir a perfeição que não vou conseguir tão cedo. Ou, se conseguir, daqui a uns… cinco anos? Eu ando pensativo sobre a vida, sabe?

Todas as coisas que faço são pra me preencher. Até pq eu sofro com um vazio existencial. Eu sou eu mesmo? O que faço aqui? Cadê alguém que eu possa gostar muito e ela gostar muito de mim, e assim a gente faz um contrato? Eu sempre corri pra fugir da dor iminente, do veneno letal, das coisas que possam me ferir. No final das contas, não serviu nada.

Eu preciso de grana, de ser ouvido. Deser amado e ter meus desejos devidamente correspondidos. E não é fácil pra mim, que tenho tantos desejos e com a absoluta certeza que não vou realizar a metade.

 

E… é isso.

AHN 

-q

 

Max_caradecu

- OMG

 

Gimenez

Luciana Gimenez ficou chokita com um post todo nada a ver.


0

Sítio?

Então, gente, foi bom, descansei, não me irritei nem um segundo sequer. ^^

Uma palavra? SOBREVIVI.


Graça ao PS2, logicamente. :D

Playstation 2. Desde 2001 salvando pessoas modernas de surtos por falta de tecnologia no campo.

1

ÇÄFADESAS C IPHONE RSRSRSRSRSRS

Robert Wycleff postando. É, é, eu postei o dia dos homi. hahahahahahaha. What's wrong?

Enquanto eu estava na minha, fazendo minhas coisas, me deparo com um link e quando eu vejo? Um rapper de nome Soulja Boy (WHO? Esse aqui que canta essa música) me aparece de cueca cinza, ratificando aqueeeeeela lenda que a gente ouve quando nos damos por gente:


não viu direito?


-s

E não satisfeito, e com o espírito do Google encorpado dentro de mim (UI), vc procura e acha VÁRIAS fotos de homens se exibindo. Eu, Robert, AMEI esse site (MAIORES DE 18, CRIANÇAS, REFLITAM!), e fiquei em estado-de-arte-petrificada quando vi ISSO:

(Michael Stipe do R.E.M., risos)

Daqui a pouco vazarão fotos de Christian Bale, Ryan Reynolds, Eminem, 50 Cent... *ABAFA*

0

10 anos de Bob Esponja.


(agradecimentos ao blog da Erika Palomino por me lembrar do dia! Texto dela aqui.)

Hoje, dia 17 de Julho de 2009, faz 10 anos de um desenho que é o ÚNICO da Nickelodeon que eu realmente ADORO: o Bob Esponja. Diferente dos outros desenhos de forte humor negro/irônico (como o South Park e Ren & Stimpy), a estória agradou por ser inocente e boba, beirando ao non-sense.

Como é que a gente gosta TANTO do Bob? Eu, sinceramente, não sei. Eu amo o desenho, as situações bizarras, os personagens nonsense, o aspecto multicolorido da coisa... Aiai, grande Bob. ÍCONE dos anos 00. falando em ícones dos anos 00, tenho de comentar brevemente sobre um projeto novo meu de blog, que vai falar da década de 00. Stay Tuned!

Eu nem tenho o que falar muito. Assista ao desenho (coisa BEM difícil. Todo mundo já deve ter visto.)

O que sei é que me CORROÍ (sic) de inveja do Daniel, que escreve o Chato no Ar:


(lembrando que a escultura do Bob Esponja só ficará exposta até Domingo no Pão de Açúcar, localizado no Rio de Janeiro. E é o único lugar encontrado lá. CORRE. Pq vc não vai ver essa estátua tão cedo. COMO EU. D:)

0

Analyzer: C.R.A.Z.Y. e o paralelo à minha (obscura?) vida.


Ontem, enquanto eu tava de bobeira na TV, decidi assistir ao Telecine Cult. Ia começar a assistir C.R.A.Z.Y., e decidi programar a minha Sky pra assistir. E tava louco pra assistir o filme, mas conhecidos meus me disseram pra eu não assistir, já que o filme era ruim (diziam eles).

Enquanto começava o filme, eu via que o protagonista, Zac, é um daqueles caras que podem ser iguais a vc. Seja em um aspecto ou outro. Não é um espetacularmente bonito, nem tem um corpo sarado, tem uma família normal como qualquer outra, mas que é constantemente ofuscado pelos irmãos mais velhos. Além de ter um irmão problemático.

O filme não tem uma estória impressionante e complexa. Trata-se de um retrato de um jovem que, não bem aceito pelo pai, passa as duas primeiras décadas de sua vida reprimindo a sua verdadeira identidade pra agradá-lo.

Mas o desenrolar da estória te prende, sobretudo pra mim, que tenho problemas de relacionamento com o meu pai (mais precisamente, guerra fria). Discussões, brigas, conflitos, inseguranças, o vestir da carapuça dita como normal para agradar a sociedade.

Me livrei desse fardo a uns três anos, quando eu olhei pra mim mesmo e disse:

- pq se reprimir? vc não tem NADA a perder. Pq não seja mais vc? Pq não tenta curtir mais a vida? Vc envelhece e... O que vc tem a contar pros seus filhos? E seus netos?

E então, decidi enfrentar o mundo do jeito que sou. Com minhas preferências, mas respeitando o alheio.

E nessa fase, acabei comprando uma briga silenciosa com o meu pai. Parece ser paranoia minha, mas sinto que ele preferiria um filho com certos comportamentos, diferentes dos quais eu tenho atualmente. Éramos meio afastados, e fui mais apegado à minha mãe (igual ao Zac do filme). No entanto, eu decidi me aproximar do meu pai, e a gente conversava sobre vários assuntos. Mas haviam algumas perguntas que ele fazia e me atormentava. Me deixava inseguro. Não me deixava tão feliz quando eu tava com ele. E começou a falar do meu modus operandi. Como o fato do meu approach com as pessoas, por exemplo.

E de algum tempo pra cá, decidi me afastar um pouco com o meu pai. Comecei a não ter uma relação amistosa com a minha mãe, a desaprovação do meu pai em ser considerado "um frouxo". Tem dias que não consigo conversar com ele, seja pq viaja demais, seja pq eu realmente não quero conversar, seja mesmo pq os assuntos que eu tenho não o motivam a falar mais.

Este é o ponto central do filme: não é um memorial de um homossexual dos anos 60-80 que AMA ouvir David Bowie, Pink Floyd e Patsy Cline (desta vez, influenciado pelo pai, e que dá nome ao filme). Na verdade, isto está em segundo plano. O que realmente mostra é o conjunto de conflitos e incertezas do masculino, a epifania de uma verdadeira identidade, as relações familiares em jogo por não corresponder às expectativas dos pais. O tema é amplo, e transcende qualquer rótulo de "filme gay".

Eu ainda acho que meu pai me prefere "X", em vez de "Y". E eu sei que ele me ama. E muito. Mas cada dia, um novo passo de cada vez. Não? =)

E esta cena do Zac cantando Space Oddity me fez concluir uma coisa: David Bowie É VIDA.




não querendo dar spoiler, mas o nome do filme tbm é um anagrama dos cinco filhos do casal deste filme. =P

0

V V Brown: será ela uma nova Amy Winehouse?

Nada como falar de... Música, não? Então vamos ao...

[iFodemulequemusic[5].jpg]

iFODMulequemusic: a coluna musical deste blog. \o/

O post de hoje será sobre uma cantora que, esta semana, teve seu trabalho vazado na rede. O nome dela é a VV Brown. Todo mundo já comentou o álbum dela, e ouvi algumas canções aleatoriamente. A primeira coisa que percebi é o tom forte e vibrante de voz dela. É gostosa de se ouvir, cativa.

Outra coisa que percebi: as músicas têm uma pegada retrô, no mesmo estilo da Amy Winehouse. Aliás... É como se fosse uma Amy mais retro-eletro-futurista, vamos dizer assim. Mas daí começam as especulações (feitas por mim): será mesmo que ela será uma nova Amy Winehouse? Uma nova diva com voz forte e que poderá cativar milhares e milhares de fãs? Até pq ela conquistou o seu espaço na Billboard, e as resenhas pela Internet afora são bem positivas. Eu ouvi e... Recomendo. Uma bela surpresa pro ano de 2009. Saca só a capa do disco de estreia, Travelling Like The Light:

VV

linda e absoluta = quase uma Stefhany.

E ainda este mês eu faço um post sobre os lançamentos de 2009.

0

Feliz Dia dos Homem (foi ontem. me erra ok?)

Freddie Stroma. Foto ilustrativa ok

Um parabéns ao nosso dia (de ontem, dia 15. Escrito na madrugada do dia 16). Os homens que fazem a vida de mulheres e alguns homens ficar melhor. Os homens que trazem orgulho e avanço à sociedade. Àqueles que vieram de Marte para matar um leão por dia e aturar pirralhos na fila do cinema pra assistir HP6.

Enfim. Uma dose de vinho a nós, HOMENS de verdade. Homens aqueles que honram as mulheres e respeitam grandes homens.






(este homem é o Miguel Reale ok)





Benjamin Godfre ok

(ok, esta última foto foi desnecessária. HAUEHAUEHAUEHAUE)

0

53|\/| |\/|415 r3m1x3d.



E pra completar, a piada pronta da semana: o blog da Neca.

0

100+.


0

13 mil visitas.

Posted by Igor Maia on 23:23 in , , , , , , , ,

Eu não sei o que houve pra ter um boom nas minhas visitas (e até normalizou o número. Fui ver o blog e houve algumas visitas, em relação aos últimos dias), mas, independentemente de quem tenha hypado este blog, eu quero agradecer muito.

 

Nem era pra ser pretensioso. Era pra ser um blog pra vc se divertir e pensar, mesmo com alguns dias de atraso. Este não é um blog que se compromete a dar informações fresquinhas todo dia. É um blog misto (pessoal e de amenidades), como qualquer outro. É um blog que repassa informações e etc.

 

E eu escrevo pq gosto, não pra criar um público cativo e fiel.

 

E mesmo que vcs não comentem o que eu escrevo, eu ainda agradeço por terem atenção ao me ler e, eventualmente, dar risada ou fazer cara de desprezo pelas merdas que escrevo. =P

 

Beijos a todos vocês.


0

Dos dias que vc acorda não muito bem – parte 2.

Logo no início, em que o blog não tinha arquivos dos meus outros dois blogs (o Me Lembro Disso e um outro que esqueci agora), eu falei que todo homem, no final das contas, se menstrua. A diferença é que não é da forma que a mulher faz.

OK, MENTIRA. O que falei foi que eu tenho umas crises TÃO insuportáveis que facilmente se confundem com aqueles dias de chico. Chico for men, já ouviu falar?

TUDO ISSO por causa… de um freakout da minha mãe. Aliás… Taí uma coisinha que odeio: os surtos da minha mãe. E ela teve dois, coisa que não tenho saúde de aguentar. Primeiro, foi um surto de que ah-vc-não-fez-a-matrícula-ainda-pq?-se-vc-não-conseguir-se-matricular? e ainda ficou plantada comigo e ficou procurando a maldita senha do sistema da Universidade. Oi? Sou EU que vou fazer a matrícula? EU é que deveria ficar preocupado.

Nâo satisfeita, ela decidiu surtar sobre os recados que dei. Motivo: troquei as vozes(a da minha tia e a da amiga da minha mãe), pensando que era uma qdo, na verdade, era outra. Pura distração.

Pouco depois, minha mãe me vem e dá bronca que eu dei um recado errado. Lógico, ela poderia dar a bronca que fosse. Até pq eu fiz errado, o que, ao meu ver, eu não fiz.

Mas OFENDENDO como ela me ofendeu hoje? ERHM, não sou bem pago pra ficar ouvindo grosseria de graça. Quer dizer, só pq sou filho dela que sou obrigado a ouvir baixaria da parte dela?

E eu, que já tava num ótimo humor, ela simplesmente FODE. E sinceramente, a paciência com a minha mãe tá acabando. Não aguento mais morar aqui, e ser tratado que nem guri. Mas será possível que ela não vê que cresci? Tudo isso pq não tenho emprego, pq se eu tivesse, eu mandava pra [dhjafhoif] e sairia da linha de frente.

Já tô planejando sair de casa. Num tá dando não, minha mãe tá impossível de se gostar, ter um carinho por ela, ter um amor por ela, pelas coisas que ela faz. E nem faz por onde. É a velhice? É, vai. Mas é o que falei, não sou obrigado.

Aí explodi e comecei a me defender, ao que ela disse que não-se-deve-fazer-isso-pq-vc-já-é-grande-e-vc-já-fez-várias-vezes-isso-e-quem-grita-mais-alto-sou-eu-e-tu-tem-de-me-ouvir. Mas… Quer saber? Caguei.

O Karma é sempre mais eficiente. Karma is a biatch.

menstruar_cheetos

beijo e não me chame pra comer cheetos. =*


0

analyzer: nomes de duplas sertanejas.

 

O @cantignore (meu amigo e uma das cabeças do Three Over!) mandou o seguinte link pro twitter, e é o que dá o assunto no título deste post.

De início, você se choca com os nomezinhos que aparece. Mas esta é a prova indubitável que o brasileiro tem criatividade e não desiste nunca.

Um exemplo:

 

Um outro exemplo:

 

E mais um, mais recente:

 

BATIMA E ROBSON <3

 

Já os quero na minha festinha. NOT


1

Góticas em Malhação?

Depois dos vampiros vegetarianos de Crepúsculo, eu espero mais nada.

 

O evanescence brilha muito no curinthia bjuhs e comenten no meu fotolog tô linda como gótik? kkkkkkkkkkk


0

E o Pato?

Casou-se de branco com a Stephany ontem.

Agora comecemos a fazer a devida especulação com…

 

 

post de múltipla escolha. \o/

 

Por que mesmo que o Alexandre Pato se casou de branco?

 

a) pra mostrar à sociedade que ele é virgem e puro.

 

b) pra pagar promessa de que nunca mais veria a cara (e a cam) da Felina.

 

c) pra virar um cisne à meia noite.

 

d) pra fazer a linha candomblé e limpar o relacionamento dos exus-sem-luz. =P


0

Analyzer: The Resistance – Muse (2009)

 

E FINALMENTE, estreia neste blog, uma coluna digna de ser assemelhada ao #musicmonday: o…

 

iFodemulequemusic

iFODmulequemusic zoz

Pra dar início à minha coluna, nada como fazer o devido comentário do novo álbum do Muse, The Resistance. Quem segue os caras no twitter (@musewire), sabe como vai ser a tracklist. O que surpreendeu, no entanto, é como vai ser estruturado. Do fórum do site Muse Brasil:

 

Rumor: "De começo, há ênfase no ritmo e também em R&B contemporâneo. Logo depois, fica épico e estranho, e depois vira música clássica contemporânea. Não há convidados, a não ser que você inclua o solo de clarinete e músicos que tocam ópera na La Scala." Matt Bellamy.

Aí vc já se choca: COMO ASSIM R&B? Como assim Timbaland? Tudo bem, Volta (Bjork) teve esse estilo e foi eleito um dos melhores de 2007. Mas é uma aposta MUITO arriscada. O que torna o trabalho ser mais interessante de se ouvir… Ou não. Que o diga Chinese Democracy, do Guns and Roses, que não souberam dosar o metal industrial e eletrônica, fazendo um álbum diferente e até promissor soar datado e cansativo.


O planeta Terra está desmoronando, mas não se preocupe.
O trio de Devon-Lombardia, Muse, está destinado a resgatar as fontes globais de rock com um novo álbum repleto de geopolítica, hooliganismo futebolístico e R&B do século 21.

 

-Q

 

(…)"Há uma faixa chamada 'Uprising', que é como uma música de rock pesado em algo do Goldfrapp*. Tem coro de futebol, com todos nós cantando 'oi' junto com o som da caixa de bateria. Era para ser estilo coro de hooligans em protesto às situações dos bancários. (ele ri) Há também uma música chamada 'United States of Eurasia', que é inspirada em um livro chamado 'The Grand Chessboard', de Zbigniew Brzezinski. Brzezinski tem a concepção de que a Eurásia (Europa, Ásia e o Oriente Médio) deve ser controlada pelos EUA para garantir o fornecimento de petróleo. Ele fala bem significativamente de como o mundo pode ser visto como um tabuleiro de xadrez. Isso tudo, junto com a óbvia referência orwelliana sobre o estado da Eurásia de 1984, inspirou-me nessa letra."

Aí vc se choca novamente. O que, Goldfrapp? What that [piii] is that? Não que o duo britânico seja ruim, mas… Muse com pitadas de Goldfrapp (será que o Matt vai usar aqueles modelos cara-de-rica, semelhante ao Goldfrapp? RS) Somada às outras referências das letras das novas canções, o disco aposta em uma certa complexidade e variedade de sons. Mais uma outra aposta arriscada de se tornar um álbum bem interessante. Ou extremamente incômodo, sem haver uma certa coesão na tracklist. Mas veremos.


(…)"Há algumas faixas", diz Bellamy, "que são realmente influenciadas por R&B contemporâneo, particularmente Timbaland – batitas fortes, sincopação, muito melódico, vocais rítmicos. Dom (Howard, baterista do Muse) fez toda a programação da bateria. Undisclosed Desires é assim. É a primeira música que fizemos em que não toco piano ou guitarra. No final, o álbum é quase em estilo clássico puro. Não é um tipo de orquestração que você normalmente esperaria de uma banda de rock, e nós fizemos todos os arranjos. Nós acabamos de chegar de Milão, estávamos gravando a parte orquestral com aproximadamente 40 músicos – ótimos músicos e realmente abertos à experimentação."

Primeira música sem piano e guitarra? Orquestração? Esperemos que o álbum seja o grande sucesso de 2009, já que tem elementos bem interessantes pra se fazer um grande álbum. MAAAAAAS… Tanta megalomania, já mostra a História, pode haver uma grande crise. No caso, no próprio Muse, uma banda jovem que praticamente é uma das grandes bandas desta década.


0

Exemplo de síntese.

 

Ocorreu um bafo envolvendo celebridades brasileiras e Ashton Kutcher. Quem tem twitter, soube. Mas, como achei algo BEM sintético pra ver, dá uma olhada no vídeo produzido pelo @Cardoso.

 

Play them off, keyboard cat!


0

Você sabe que mídias de fofoca te influenciam quando…

 

Tu pensa dessa forma.

 

Da jornalista da minha cidade (que adoro. HAHAHAHA):

 

Festival do Morango


Já vai começar (já começou, né, Igor?) o Festival de Delícias de Morango, do Kings Kilo (é o nome da doceria que faz esse festival. Cada quitute… relevem o nome cafona…). A ansiedade já mexe com a cabeça das pessoas que esperam o ano todo pela fruta que chega nesta época e o Kings Kilo como sempre traz novidades. Este ano serão onze tipos de Moranguinho, cada um mais delicioso que o outro. O Moranguinho Pink e o de Chocolate com Canela, são dos deuses, estão arrasando. A galera que é fã de moranguinho (será referente à mulher morango? =P) agora vai ter um time inteiro!

Aí você, que tem uma cabeça não muito normal, se pergunta: pq não chamaram a Mulher Moranguinho como garota propaganda da referida doceria?

Festival do Morango. UUUUUHM. Que delícia de morango… Aprovado pela Mulher Moranguinho.

PS: já havia escrito algo sobre Mulheres-Fruta, ainda com o me lembro disso! Já upei o post aqui no blog. Procurem nos arquivos! =)


0

surtos das férias de inverno.

Posted by Igor Maia on 13:04 in , , , , , ,

 

Tô de férias, é fato. E adoro.

 

O grande problema é: tenho TANTA coisa pra fazer que tenho medo de surtar. Ou até mesmo de não fazer e deixar pro próximo mês. É um medo iminente.

 

Outra coisa que tô com medo: o Desafio Sebrae, que tá complicado pra fazer. Falta comunicação da equipe, o que é fundamental. E pior que as atualizações do programa da SEBRAE é de uma forma totalmente jurássica. Minha opinião.

 

O que sei é que…

 

1) Sonic Unleashed pra PS2 é destruidor.

 

 

2) Ratchet e Clank: Going Commando é FODA. \o/

 

 

 

3) E preciso passar no concurso do TJ daqui. D:


0

06 de Junho de 2009.

 

Com tanta coisa acontecendo aqui na minha vida, esqueci de compartilhar a vcs um dos fatos mais engraçados, bafônicos e inesquecíveis da minha vida.

 

Eu agora começo as…

 

martini

crônicas do martini: a cachaça gêmea.

Ok, nem vai ser uma crônica, mas vou resumir a presepada em alguns pontos vagos, e vai ficar na tua imaginação.

 

1) fui pra buatchy gay.

 

2) fui pra me divertir, alegando ir pra uma festa, e meu pai decide levar a gente. Ele simplesmente começou a dar lição de moral, dizendo que não é lugar pra gente andar, e zzzzzzzzzzzzzzz

 

3) minha mãe acredita numa estória que contei. OK.

 

4) fui lá, me excedi no álcool, dancei que nem um louco, e decidi ficar na frente do palco.

 

5) competi e ganhei o que eu tava concorrendo.

 

6) envolve gêmeos, martini, over queer das mais pesadas, e mimimimimimi.

 

7) e o bafão se estendeu em casa. A reação da minha mãe foi a mais histérica possível. Pra variar.

 

É isso. Ficam ao seu critério para montar a estória. Quem sabe, SABE. =*


0

né?

por @teo1up, cujo devianart é LINDO. E muito fã de toy art.


0

Quais são os limites do sadismo? Uma breve análise sobre o enterro de #michaeljackson.

 

Tinha tudo pra ser um domingo tranquilo com amigos, indo na sorveteria falando o melhor das amenidades do mundo. Quando de repente, o pai do falecido (falei no blog dia desses) declara que vai abrir uma gravadora. No meio de um momento difícil como a morte de um ícone da música mundial.

 

Ressaltando que não sou fã de MJ, muito menos não vou ser hipócrita em contradizer o que falei a algumas pessoas, dizendo que a gente deve seguir a linha the-show-must-go-on, levando sua vida adiante. Mas tem algumas coisas que, sinceramente, acho afronta.

 

E uma delas é o enterro do MJ. Primeiro que precisava esse espetáculo todo, sobre herança, especulações, péssimas intenções em ficar com os filhos do cara pra administrar a herança?… E não suficiente, ainda tem a mulher-barriga-de-aluguel conhecida como Debbie Rowe que quer a guarda dos filhos. Tô achando tudo isso de um nojo indefinível.

 

E quer saber? Achei digno ele ter tirado a família (e a Debbie) di testamento.

 

Começo a achar que ele nem era muito amado pelas pessoas. E, por isso mesmo, degringolou. Sabe aquela coisa de que sem família, vc acaba se tornando um sujeito, digamos, não muito normal? Foi o que aconteceu.

 

E vazou uma foto do caixão. E nem é de vidro, vai ser todo dourado, com estofado azul.

 

O que sei… é que essa estória não vai acabar tão cedo.

 

OREMOS.


3

Te Fode Fazenda: UI ARI D SHAMPIONS, Pussygrinder (?) e… Adeus, Miro. \o

 

Como eu estava curtindo as minhas férias, acabei largando o meu vício master: Internet. Daí que mergulhei no djogueime, zerei Ratchet e Clank 2, e tbm que… Ok, não temos nerds aqui.

 

O que eu sei é que o Arruda e o Miro foram eliminados. Logo os mais interessantes, cara. =~

 

O Arruda falou coisas até bonitas pro Théo Becker (hauehauehauehaue) no Hoje em Dia da semana passada e se mostrou um rapaz divertidíssimo, com um humor extremamente sagaz. Enfim, um rapaz interessante.

 

Mas… o Miro? Ai, o Miro. (dor no coração)

 

Agora, eu não sei o pq que o modelo atraiu tanto ódio. OK, ele errava. OK, ele foi fidaputa. Mas e daí? Quem não é um dia? =~

 

Pelo muito pouco que vi do programa, ele tava falando bem dos participantes, além do fato de se explicar com dignidade, sem precisar apelar pra Babi. Além do fato de reconhecer os erros que ele mesmo cometeu, falando coisas desnecessárias. E o melhor de tudo: SEM PRECISAR DE MÃE PRA SE DEFENDER.

 

O que espero é que ele faça sucesso como ator, apresentador, modele muito pela Armani Exchange, beije muito e dê aquela xoxada em gente que ADORA especular a sexualidade alheia. E tbm que…

 

 

 

saia em alguma edição de aniversário e de luxo da G Magazine, RS


Copyright © 2009 Te fode, muleque! All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.